terça-feira, 26 de maio de 2009

Seaside.

Pés a arrastar a areia como quem saboreia a liberdade que de complexa não tem nada. Sentam-se e olham para o mar. Silêncio.
- Mana... Eu tenho medo. Tenho medo do que vem para o ano. Tenho medo que não gostem de mim, tenho medo de não conseguir deixar ninguém entrar no meu coração outra vez. Tenho medo.
- Nós amamos-te. Tens todo o amor dos teus. Dás-te tanto, e dão-te a ti. "Quanto mais deres, mais receberás, é a lei do mundo, sabias?".
- Mas eu não quero, não quero que chegue para o ano, não quero que vás, não quero estar assim, não quero pensar mais nele, não quero, não quero.
- Shhh, deita-te aqui.
Quem passou naquela praia, naquele dia, viu duas miúdas de vestido igual, pareciam convencidas que eram gémeas, em silêncio absoluto. Sabia-se lá que diálogos trocavam entre olhares entre elas e o mar.

14 rascunhos alheios:

~ Jessica disse...

muito obrigada pelo comentário :)

Mara disse...

Acho que já não há dessas amizades. Conserva-a.
beijinho

Joana Éme. disse...

Irmãs, vocês :')

Joana Éme. disse...

Está frio para mar, ventania da pior. Fiquem-se pelos olhares, tolas!


E o medo? Que vá com as ondas mas que não volte com elas.
*abracinho*

Marianinha disse...

Oh mana, gémeas somos, gémeas seremos. Eu tenho medo, mas vou pensar muito em ti, e vou perder o medo todo, está bem mana?
E não trocavamos muitos dialogo, sabes porquê mana? Porque eu posso passar um dia inteiro contigo, com a tua cabeça no meu coração, e de olhos fechados, que vou sempre entender o que estás a sentir, o que o teu coração quer dizer :)
E é por isso que o somos, irmãs, de alma e de coração.
Venha o que vier, venham mares de distância, mas nem isso consegue separar o meu coração do teu, nem isso mana, nem isso. Venham os medos, que tu manda-los fora, porque tu proteges o meu coração, assim como eu protejo o teu.

But I fell in love on the seaside, on the seaside :)
(and I won't find it hard to love when you're far away, because you'll never be that far).

Marianinha disse...

"Quanto mais deres, mais receberás, é a lei do mundo, sabias?"isto parece o Mufasa a falar pro Simba, "os grandes reis do passado estarão lá para te guiar, tal como eu" (:

oh mana, amo-te sabes?

Qel disse...

são amizades assim que temos de conservar como fazemos com as salsichas de lata lá de casa só que em vez de ser num lugar fresco, é num outro sítio mais quentinho e aconchegado (:

F. disse...

Meus raios de sol *.*
Vocês são seres humanos extraordinários e conhecer-vos foi das melhores coisas que me aconteceu.

Gosto muito muito de vocês meus anjinhos.
Uma amizade como a vossa é mesmo única e eterna (:

Paladar disse...

Que amizade bonita :')

Xaninha disse...

(que nojo de coisa, escrevi um comentário imenso e isto não apareceu aqui! vou tentar reproduzi-lo mais ou menos)

Maravilhei-me com o teu texto anterior, mãe, fogo! Mas fiquei um bocadinho confusa relativamente a quem era. Fiquei a achar que saio à mãe na desarrumação de imagens que se ajeitam à nossa maneira :)

Este sabe a mar e a pertença mãe :) ainda bem que a tens, como eu tenho a mana (e a ti, note-se)*
Não percebo é porque é que ainda não deste asas à tua arte para escreveres sobre as tuas filhas, são coisas que me ultrapassam :b

mas olha, o que te vale é que eu te amo, percebes!? Portanto trata de dar uso à carta de condução e vir ter comigo, eu vivo on the seaside :)

um beijo com sabor a mar e saudades * um beijo com a sabor a nós e a liberdade :)

Beatriz Cró disse...

Que lindo :') Às vezes, também falo com os olhos.

x Inês ( ? ) disse...

Sabia-se lá que diálogos trocavam entre olhares entre elas e o mar.Há que vencer o medo :)

Afonso disse...

Pude imaginar bem... Post lindo. :)
Também vou seguir. Beijinho*

messy disse...

Bonito (: *

 

Letras e Tons | Creative Commons Attribution- Noncommercial License | Dandy Dandilion Designed by Simply Fabulous Blogger Templates