segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Who says I can't be free?

Haverá um dia, not far from now, que vai mudar a vida das duas. Vai começar com Sol, a entrar pelas janelas da casa grande e vazia com cheiro a paz. Vai ser Verão e nós vamos estar as duas sentadas lá fora a beber chá. Tu vais olhar para mim e vais dizer "devia ser hoje". Eu vou olhar para ti e vou perceber e perguntar-te se tens a certeza. Tu vais sorrir muito e dizer que sim. Vamos levantar mo-nos as duas de rompante a procura de uma mochila qualquer. Vamos meter lá para dentro os vestidos iguais, os bikinis, duas toalhas, duas caixas de cereais de chocolate, pacotes de chá e garrafas de agua. A seguir vamos buscar as guitarras e os óculos de sol. Tu apareces com um bloco de post-it's e escreves "Mãe, fomos ser felizes. Voltamos em breve" e colas na porta do quarto. Atiramos os telemóveis para cima da cama, pegamos nas trouxas e batemos a porta.
Vamos chegar a um sitio, não sei bem como nem onde, que vai ter praia. E vamos pensar nos nossas mães a lerem o post it e a ficarem muito chocadas e vamo-nos rir muito. Vamos tirar as guitarras dos sacos e vamos inventar qualquer coisa com quatro acordes que soe a conhecido e vamos cantarolar desafinadas mas felizes, até que a voz nos doa. Vamos falar dos rapazes e pseudo-homens que vamos ter desistido de compreender e vamo-nos rir muito porque vamos continuar sem perceber nada do amor a não ser que amamos a toda a hora da melhor maneira que sabemos. Vamos falar sobre as pessoas e sobre culturas e já vai ser de noite e nós não vamos querer saber. Vamos despir-nos de preconceitos e vamos apercebermo-nos que crescemos muito desde a ultima vez que falávamos assim, sem parar para respirar. Vão acontecer coisas completamente inesperadas que eu não vou escrever senão perdia a piada e vamos sentir que não podíamos estar mais felizes. Um dia, not far from now.

6 rascunhos alheios:

Mana * disse...

Quando esse dia chegar, eu não vou querer saber como e onde vamos parar, porque vamos ser muito felizes. Vamo-nos rir até doer a barriga, vamos andar com o Sol, e vamos ser felizes sempre com a paz.
Vamos ser irmãs de coração, como temos sido até hoje, e vamo-nos rir muito das palhaçadas até à data! Vamos escrever postcards de todos os lugares para as nossas mães a dizer que estamos bem, e vamos andar ao sabor do vento quente, com a música nas pontas dos dedos que irão doer de tanto tocar guitarra no meio da rua, e vamos ser felizes :)

Who says we can't be free?

Margarida disse...

o melhor texto que alguém pode querer receber dum a irmã de coração :)

madu disse...

Who says that?

Que esse dia chegue, esse not far from now, vais ser bem feliz, facilmente feliz :)

mil Tani,
madu

Mara disse...

«Tu apareces com um bloco de post-it's e escreves "Mãe, fomos ser felizes. Voltamos em breve" e colas na porta do quarto»

tenho de sublinhar esta parte e aquela em que dizes que não percebem nada do amor e que simplesmente amam a toda a hora da melhor maneira que podem. Fantástico. Este texto é o teu mais inspirador*

Silvana disse...

bom ano querida :)
e que continues a partilhar connosco todos esses belos sentimentos através destes textos ^^

Ana Carolina disse...

Adorei :) Os meus parabéns :)

 

Letras e Tons | Creative Commons Attribution- Noncommercial License | Dandy Dandilion Designed by Simply Fabulous Blogger Templates